Descubra AGORA 10 tipos de orgasmos femininos!

tipos-de-orgasmos-femininos
SIM, existem vários tipos de orgasmos femininos, mas aqui vamos tratar dos 10 principais segundo os especialistas …

O orgasmo é o cúmulo do prazer sexual, que surge de repente, depois de uma fase de excitação, e que dura alguns segundos.

Muito se fala sobre como excitar uma mulher e fazê-la chegar a esse ponto, mas apenas limitada à estimulação do clitóris ou encontrar o famoso “ponto G”.

Mas, segundo os especialistas, existem outros 10 tipos de orgasmos e isso significa que todo o corpo de uma mulher é um mundo de possibilidades para alcançar esse momento tão desejado.

Boa leitura! 😉

Tipos de orgasmos femininos

Conheça agora 10 Tipos de orgasmos femininos e algumas dicas para se “chegar lá”…

#1 Orgasmo clitoriano

É o de maior prazer para uma mulher. Pressionar, acariciar ou lamber esse órgão desencadeia cerca de 8.000 terminações nervosos, o dobro que o pênis masculino tem.

O segredo desse “botão mágico” é a frequência com que é pressionado. O ideal é acariciar com cuidado, pois se torna tão sensível que pode ser irritante para elas.

#2 Orgasmo vaginal

As paredes da vagina também são abençoadas com milhares de terminações nervosas; assim, ao penetrá-la, diferentes descargas agradáveis ​​são ativadas nelas.

Para chegar a esse orgasmo, concentre-se no ritmo em que a mulher se sente à vontade, para assim chegar ao êxtase de maior profundidade, comparado ao produzido pelo clitóris.

#3 Orgasmo do ponto G

Não é nem mistério nem tabu, nem debatido pela ciência, nem uma lenda urbana: o ponto G existe em homens e mulheres e produz orgasmos veementes.

Na verdade, nelas não é um ponto específico, mas uma zona erétil inteira de vinte a 30 milímetros de diâmetro dentro da vagina, abaixo do osso púbico.

Quando manipulado, esta área torna-se muito sensível, aumentando de tamanho e sentindo-se áspera ao toque.

Este orgasmo é conseguido com movimentos circulares e fricção constante; as posições invertidas são eficazes para alcançá-lo.

#4 Orgasmo do ponto A

Nas profundezas entre a vulva e o útero, antes de atingir o colo uterino, há um sulco anular chamado fórnix vaginal formado por quatro partes: uma posterior, duas laterais e a anterior.

Este último é chamado de ponto A. É uma área muito profunda que, ao atingir o clímax, permanece receptiva e se torna super-sensível.

#5 Orgasmos múltiplos

As mulheres têm mais facilidade que os homens para se “recuperar” após a relação sexual.

O segredo do orgasmos múltiplos é relaxar o corpo e, ao mesmo tempo, mentalmente não terminar o ato, continuar estimulando o prazer nas zonas erógenas.

Persistência é o segredo.

#6 Orgasmo cervical

Aqui está um desafio, pois essa culminação é obtida encontrando-se o fórnice posterior, uma das áreas mais recônditas do prazer nas mulheres.

Descobrir este local requer uma penetração profunda e, em vez de estímulos repetidos, é recomendável exercer pressão nesta parte.

Muitas mulheres descreveram como semelhante ao que recebem com o sexo anal.

#7 Orgasmo anal

Apesar do que se possa pensar, é possível que uma mulher chegue ao clímax através dessa cavidade controversa.

No entanto, para alcançá-lo, você deve tomar muitas precauções. Limpeza, o uso de preservativos e muito lubrificante são os fatores essenciais para minimizar a dor e a transmissão de infecções.

Ao penetrar no ânus podemos estimular alguns pontos essenciais que já discutimos, como o G e o colo do útero. Combinando-o com o contato simultâneo do clitóris, a sensação é muito intensa e prazerosa.

#8 Orgasmo do ponto U

Ao contrário do pênis, que concentra a saída dos dutos seminais e uretral, a vagina tem cada uma de suas aberturas separadas.

Em torno da uretra feminina existem vários tecidos eréteis altamente sensíveis, causando uma poderosa resposta erógena.

O manuseio e o agir são semelhantes aos do clitóris: carícias repetidas e intermitentes até que um possível orgasmo seja alcançado.

#9 Orgasmo da mama

Os mamilos estão ligados ao sistema nervoso genital das mulheres, alcançando uma via rápida de alta velocidade para o clitóris.

#10 Orgasmo de “cortesia”

Mais do que uma classificação, esta é uma regra que todo cavalheiro deve seguir.

Assim como abrimos uma porta para elas entrarem primeiro, em um relacionamento sexual nós homens temos que esperar que elas terminem primeiro.

Não é apenas um gesto de cortesia, mas é um desempenho fundamental para ter relações duradouras.

Totti 😉